Storie di Passione

Ultrabook… na Lista dos Meus Próximos Desejos

Faz um tempinho que estou a procura de um computador novo, andei vendo vários modelos entre tablets, notebooks, netbooks, IMac (que são super lindos mas não gosto do sistema operacional).

Nada estava me agrandando, tudo muito comum… até que conheci o Ultrabook, foi amor a primeira vista!

Incríveis, lindos, leves, super finos, perfeitos! Sem contar o desempenho extremamente rápidos!

Os que me encantaram são da Acer e estão disponíveis com processadores i3, i5 ou i7 dependendo da sua necessidade.

Vai ser difícil escolher um só! Como determina a categoria, todos com espessuras inéditas e bastante leves. Não diferente dos Estados Unidos e da China, onde os modelos de Ultrabook já se aproximam de uma centena, a aposta dos fabricantes por aqui também é grandiosa.

Tony Firjam é diretor da divisão de IT da Samsung e explica que o Ultrabook “é uma categoria que deve gerar no Brasil algo em torno de 10% a 15% do volume de notebooks do mercado brasileiro”. Ele explica que a empresa tem interesse em focar bastante nesse segmento para o ano de 2012 e expandir essa linha de produtos para os próximos anos.

Nesta mesma direção, o IDC prevê que, em 2015, os Ultrabooks irão representar 25% do mercado mundial de portáteis. Erick Cano, gerente de produtos da HP, diz que “25% pode ser algo tímido. É uma fatia de mercado muito importante para a qual os consumidores estão migrando, para um computador mais portátil e de mais performance”, diz.

Já o gerente de produtos da Dell, Carlos Augusto Buarque, explica que “o Ultrabook tem uma série de características, desde desempenho e boot mais rápido à opção de se manter conectado mesmo em modo de espera”.

Uma série de especificações, além do peso e da espessura, define se uma máquina pode realmente ser classificada como Ultrabook. Bateria de longa duração, rápida inicialização e novas características de segurança são algumas delas. Conectividade também.

Tony nos explicou um pouco dessa conectividade: “Mesmo no modo ‘hibernar’, ele continua atualizando seus e-mails e suas redes sociais. Então, é um produto para quem tem necessidade de estar 100% conectado durante todo o tempo”.

Para cair nas graças do consumidor, as marcas apostam em outros diferenciais em seus modelos, desde dispositivos extras de segurança a teclados iluminados, mas, principalmente, no que diz respeito à estrutura do aparelho.

Carlos também explica que, nos produtos da empresa, utilizam materiais leves e resistentes: “Os materiais que utilizamos são alumínio, fibra de carbono, liga de magnésio, que o deixam leve, resistente e confortável para quem for usá-lo no colo, por exemplo, ficando com menos calor na base do computador”.

À primeira vista, os Ultrabooks podem parecer equipamentos delicados e frágeis. Mas há ainda uma grande preocupação com a resistência de uma máquina que, antes de tudo, deve ser carregada de um lado para o outro o tempo todo. Erick diz que, nos produtos da empresa, o alumínio faz presença, o que é “um diferencial, visando a durabilidade do investimento do cliente, seja ele corporativo ou pessoa física”, diz.

Alguns modelos terão a vantagem de serem fabricados aqui mesmo, no Brasil. Outros serão sempre importados. Mas a tônica que domina a indústria é que esta é ainda uma primeira fase e que muita novidade ainda está por vir, cada vez com mais performance e novas tecnologias atendendo sempre o desejo dos consumidor. By: Olhar Digital

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *