Vita Zen

Se você não pode ir até o spa, que tal trazer o spa até você?

Monte seu próprio spa em casa

Seu lar não é apenas o lugar onde você dorme e toma banho. Algumas adaptações vão transformá-lo em um canto sossegado, uma espécie de spa para recuperar as energias e o bem-estar

1 – Apague a luz do quarto

Há uma razão para os spas serem silenciosos e pouco iluminados. “Eles são projetados para fazê-la se sentir aconchegada e segura”, diz Simon Marxer, diretor do Miraval Resort & Spa, nos EUA. Para recriar esse ambiente em casa, ilumine o quarto com abajures e desligue os aparelhos eletrônicos. Invista em cortinas e persianas que bloqueiam a claridade – na falta delas, serve uma máscara de olho. Um segredo de spa: cubra as lâmpadas com um filtro âmbar para criar uma atmosfera quente e suave. O perfume, claro, é fundamental. “Pingue três gotas de óleo de lavanda, camomila ou alfazema no travesseiro e inspire para relaxar”, recomenda a massoterapeuta Najara Cristiane Pereira, do Spa Ponta dos Ganchos, em Santa Catarina. Quanto à roupa de cama, invista num tecido de pelo menos 400 fios para ter aquela sensação de abraço. Para lençóis menos dotados, um bom amaciante na lavagem ajuda.

spa-caseiro-50128

Alguns objetos para paramentar seu spa caseiro

Fotos: Jonathan Kantor (travesseiro), istockphoto (flor), Christopher Testan (copo) e Lisa Shin (fone)

2 – Tire proveito dos cheiros

Você deve ter percebido que existe uma via expressa ligando os odores à mente. Ou sua memória não vai direto para a casa da avó quando sente cheiro de bolo quente? Espalhe velas ou difusores com um perfume calmante ou energizante. Os de lavanda até aliviam a dor, sobretudo da enxaqueca, como indicou um estudo inglês de 2010. Já os aromas cítricos, segundo a revista Flavor, melhoram o humor. Na falta de vela e difusor, ferva casca de laranja ou cravo e canela com água para o cheiro se espalhe pela casa.

3 – Invista no paisagismo

Para algumas pessoas, o simples ato de tocar em uma planta já causa relaxamento. Enfeite a casa com muitos vasos. Entre as espécies mais indicadas estão a planta aranha, o buxo-do-interior e as suculentas, a exemplo dos cactos. Para colorir o ambiente, escolha uma versão com flores, como as orquídeas e a coroa de Cristo. O ideal é posicioná-las em cantos para que esbarrões não danifiquem a folhagem e garantir que o local receba luz. Além do benefício do relaxamento, o jardim ajuda a reduzir o barulho e limpar o ar. “Uma planta com muitas folhas pode purificar até 9 m2 do ar”, diz Sharon Nejman, do Chicago Botanic Garden, nos EUA.

4  – Respire fundo

Equipe um canto confortável com tudo aquilo que uma casa-spa deve ter – luz indireta, odor agradável, música suave, barulhinho de água – e pratique uma técnica de respiração. Uma simples, usada pela ioga, chama-se “20 respirações conectadas”. Tom Cau, especialista em técnicas de relaxamento e respiração, de Santa Catarina, ensina:

– Sente-se com os olhos fechados em um lugar silencioso.

– Faça quatro respirações curtas e sem intervalo entre a inspiração e a expiração, sempre pelo nariz.

– Faça uma respiração longa, sem intervalo entre inspiração e expiração, também pelo nariz.

– Repita a sequência quatro vezes.

5 – Ouça o barulho da água

Estudos mostram que estar perto da água ou ouvir o som de seu fluxo diminui os níveis de tensão e os batimentos cardíacos. Coloque na sala uma fonte de água para desfrutar do barulhinho bom. Pode ser também vasos com velas flutuantes ou um aquário. Se o espaço for apertado, pendure imagens de mar ou rio nas paredes. Ou coloque um protetor de tela com esse tema em seu computador.

6 – Aprecie o banho

Poucos momentos são tão relaxantes quanto o do banho. Não aja como se estivesse em um lava-rápido, passando pelas etapas mecanicamente. Aprecie cada instante, desde quando começa a se despir. Na banheira, prepare uma infusão com ervas como folha de louro, alecrim e gotas de óleo de capim-limão. Se você faz parte da legião das sem-banheira, também é possível aproveitar. “Misture 4 gotas de óleo essencial de alecrim ou de capim-limão com 2 colheres (sopa) de óleo de semente de uva ou amêndoas doces, coloque na esponja e espalhe sobre o corpo”, ensina Mariana Necho, coordenadora do spa do Espaço Nirvana, no Rio de Janeiro.

7 – Beba todas

Dessa vez, não é álcool, e sim os sucos naturais. Surpreenda o paladar com misturas como folhas verdes (couve, espinafre) com limão, gengibre e maçã. Ou bata o suco coado de 1 maracujá com 2 fatias de melão sem casca e sem semente, 1 colher (sobremesa) de erva cidreira e 1 colher (sopa) de mel. Aposte também nos chás. Nada contra os de saquinho, mas existe um ritual para aproveitar o momento com mais propriedade. Quem ensina é Paula Simonsen, do Hotel Emiliano, em São Paulo, especialista em chá. Leve água mineral ao fogo e desligue a chama antes da ebulição. Transfira o líquido para um bule de porcelana – a temperatura ideal é aquela em que você sente o recipiente quente, mas não queima as mãos. Coloque em um infusor 1 colher (sopa) da erva escolhida para cada xícara e mergulhe na água. Espere 1 minuto e sirva em uma xícara aquecida com água quente.

8 – Encontre sua batida

Ponha seu MP3 para tocar um som relaxante. Pode ser MPB, música clássica ou uma baladinha qualquer da moda – desde que a faça desacelerar. Uma revisão de 400 pesquisas publicada pelo The British Journal of Psychiatry sobre o efeito neuroquímico dos acordes no corpo constatou que a música melhora o funcionamento do sistema nervoso e reduz o stress. Deixe tocar o som enquanto você cozinha, conversa com os amigos ou navega na internet.

By: Conteúdo WOMEN’S HEALTH;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *