Storie di Passione

Dica de Leitura para Crianças: Chapeuzinho Vermelho Diferente

Em se tratando de Literatura Infantil e desenvolvimento do comportamento leitor devemos lembrar que já foi mais do que provado que a família tem importante papel nessa formação!

A leitura compartilhada com o pai ou a mãe aumenta os vínculos afetivos e desenvolve na criança um comportamento leitor.

Experimente oferecer várias versões de uma mesma história, comente com seu filho, troque ideias, desenhe as diferentes versões e coloque na parede do quarto, essa experiência riquíssima de conhecimento, será transformada em uma gostosa brincadeira de família.

Vamos tentar? Que tal a versão clássica de Chapeuzinho Vermelho pra começar? Uma semana de história, primeiro a versão clássica,  depois versões mais atuais,  depois que tal inovar Chapeuzinho Amarelo, e a versão de Antonio Prata…

Escritor Antonio Prata apresenta uma chapeuzinho vermelho diferente

Vamos combinar: a Chapeuzinho Vermelho não é das personagens mais inteligentes que há por aí.

Ela toma o caminho que não devia, encontra o lobo, dá a ele o endereço da casa da avó e, como se não bastasse, chegando lá, não o reconhece fantasiado de vovozinha.

Na boa, essa garota merecia pelo menos uma mordidinha do bicho, vai?

Bem diferente é a menina do livro “Uma Chapeuzinho Vermelho”. A história, contada com poucas palavras, através de uns desenhos simples e incríveis, traz uma Chapeuzinho muito mais esperta.

No começo, quando a gente vê aquele Lobo Mau assustador, com os dentes, os olhos e a fome tão grandes como de costume, acha que nem vai adiantar a esperteza da moça.

Mas com lábia e tranquilidade a Chapeuzinho da Marjolaine faz com que, dessa vez, as coisas sejam bem diferentes.

Diferentes, como?

Isso eu não conto, pra não estragar a surpresa. Nossa, vovozinha, mas por que esse mistério tão grande? Pra você ler melhor! By: Antonio Prata para FOLHA

Uma Chapeuzinho Vermelho
Autora e ilustradora: Marjolaine Leray
Editora: Companhia das Letrinhas
Preço: R$ 32
Indicação: 2 a 10 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *